Michael Jordan perde o direito à marca com o seu nome na China

michael-jordan

O campeão seis vezes da NBA e ex-jogador do Chicago Bulls perdeu uma ação judicial para uma marca chinesa que imitou o seu nome e marca. Jordan processou Qiaodan Sports em 2012 e pediu às autoridades chinesas para revogar a marca alegando que induzia os consumidores sobre a ligação desta a ele.

Qiaodan (乔丹), pronuncia-se “chee-ow dahn” é uma transliteração mandarin do nome “Jordan”. Além disso, os produtos da Qiaodan também levam uma silhueta de um jogador de basquetebol que salta parecido com o logotipo de “Jumpman” usado pela Nike para promover sua marca Air Jordan.

O caso acabou por chegar ao Supremo Tribunal Popular de Pequim que eventualmente decidiu estar contra Jordan. O tribunal declarou que “Qiaodan não é a única referência possível para Jordan”, além disso, referiu que “Jordan é um apelido muito comum usado pelos americanos e que o logotipo da marca contestada era em forma de uma pessoa sem características faciais, por isso, foi “difícil” para os consumidores identificá-lo como Jordan.”

Embora os tribunais tenham julgado a favor do Qiaodon, a mediática ação judicial de alta visibilidade deixa a marca como perdedora e agora é popularmente conhecida tanto no próprio país como no exterior, como uma imitação.
Jordan tem a intenção de recorrer para o Supremo Tribunal Popular para um novo julgamento.

 

Fonte: Inventa Internacional.